A série Brave Women entrevista

Erika Lourenço

Erika Lourenço Ilustrações

Curitiba, Brasil

Dona de um traço lindo, Erika retrata o feminino em grande parte dos seus trabalhos e assina ilustrações que já estamparam matérias de revistas com a Vogue, UOL, catarse e um montão de outras marcas que viram no seu estilo um tanto de poesia. Aqui ela conta um pouco sobre como decidiu viver sua carreira solo e como é trabalhar "na contra-mão do padrão no qual crescemos", como ela mesma diz.

Como você descreve o que faz? Conte um pouco sobre o seu negócio.

Sou formada em design e atuo como ilustradora freelancer. Como todo profissional freelancer, desempenho todas as funções de uma empresa, sendo eu mesma minha chefe, administradora, meu financeiro, marketing, enfim, tudo! É preciso muita organização pra fazer dar certo!

Os trabalhos que mais desenvolvo são em geral, para empresas, podendo ser para revistas, livros, sites, para produtos. Como trabalho secundário, vendo ilustrações pessoais aplicadas a alguns produtos, como prints, camisetas, pins e adesivos.

Como foi o começo? Você já sabia exatamente o que queria ou as coisas foram acontecendo mais organicamente, de uma forma evolutiva?

Eu descobri que queria trabalhar como ilustradora no fim da faculdade de design. Não foi tão simples no início, pelo fato de não haver muitas referências de ilustradoras. Eu não sabia que era possível viver da profissão, não sabia sobre quanto cobrar, não sabia nem por onde começar. Mas com o tempo, com interesse e dedicação, as coisas foram evoluindo e eu fui me encontrando.

Dançando descalço no tédio

Como é sua rotina de trabalho? Como é um típico dia de trabalho seu?

Trabalhar em casa costuma ser um desafio, mas com muita organização, dá tudo certo! Comigo sempre fluiu bem por eu já ter essa característica de me organizar e planejar desde sempre. Minha rotina muitas vezes depende de quais trabalhos estou desenvolvendo no momento.

Geralmente quando estou na parte de criar um projeto, trabalho melhor a noite. Quando estou na fase de executá-lo, faço melhor durante o dia. Assim, me conhecendo e respeitando minha maneira de trabalhar (quando possível, nem sempre o prazo do cliente permite), tudo funciona melhor!

Qual a melhor parte e a maior dificuldade relacionada ao seu trabalho?

A melhor parte sem dúvida, é poder inspirar e ajudar alguém de alguma forma. Amo quando recebo mensagens de que algum trabalho meu fez alguém feliz ou inspirou a fazer algo. Isso é mágico. O pior é a pressão por estar sempre produzindo, a comparação com outros artistas e os números em redes sociais.

Estação de trabalho da Erika

Qual o papel da criatividade na sua vida e no seu trabalho? O que significa para você viver uma vida criativa?

É viver na contramão do padrão no qual crescemos. Demorou bastante tempo pra eu ter conhecimento de que era possível viver da vida criativa. Hoje em dia isso tá mudando bastante e a gente consegue administrar melhor, mas não é fácil muitas vezes, aceitar que precisamos de descanso, precisamos vivenciar a vida pra manter a mente criativa.

Veja mais

Veja os trabalhos da Erika em:

@erika.lourencoo
Facebook
Behance