A série Brave Women entrevista

Débora Islas

Débora Islas Illustration

São Paulo, Brazil

A Débora saltou do mercado editorial para uma carreira solo, onde poderia explorar ainda mais organicamente (e livremente!) toda sua criatividade. Seus trabalhos são um deleite para os olhos, retratando mulheres de um jeito sensível e ao mesmo tempo extremamente forte. Vale a pena conhecer o seu trabalho clicando nos links ao final da entrevista. Nesse papo ela conta um pouco sobre como foi a transição e sua rotina como ilustradora.

Débora jumped from the publishing market to a solo career, where she could explore even more organically (and freely!) her creativity. Her works are a delight to the eyes, portraying women in a sensitive and at the same time extremely strong way. It is worth knowing his work by clicking on the links at the end of the interview. In this talk, she tells a little about the career transition and her routine as an illustrator.

Como você descreve o que faz? Conte um pouco sobre o seu negócio.

Me formei em design gráfico, mas a ilustração me acompanha desde sempre.

Tive a oportunidade de criar uma carreira dentro do universo editorial e há aproximadamente 3 anos decidi me dedicar quase que exclusivamente ao desenho. Meu marido, que também é designer, se tornou meu sócio, e aos poucos fui explorando novas técnicas e criando para clientes diferentes, conquistando um espaço.

Já criei para clientes como, Itaú, Camicado, Westwing, Tok&Stok, Superinteressante, Mundo Estranho, Exame, GQ Brasil, PEGN, WBeer, Viva Saúde, Avon, O Boticário, Staedtler, Emott, Faber Castell, UOL, Chico Rei, El Cabriton e Editora MOL. Ufa!

How do you define what you do? Tell us briefly about what your business is.

I graduated in graphic design, but illustration has always been with me. I had the opportunity to create a career within the publishing universe and about 3 years ago I decided to dedicate myself almost exclusively to drawing. My husband, who is also a designer, became my business partner, and little by little I explored new techniques and created for different clients, conquering a space.

I have created for clients such as Itaú, Camicado, Westwing, Tok&Stok, Superinteressante, Mundo Estranho, Exame, GQ Brasil, PEGN, WBeer, Viva Saúde, Avon, O Boticário, Staedtler, Emott, Faber Castell, UOL, Chico Rei, El Cabriton and Editora MOL. Whew!

Como foi o começo? Você já sabia exatamente o que queria ou as coisas foram acontecendo mais organicamente, de uma forma evolutiva?

Como costumo dizer, eu sabia o que NÃO queria mais. E meus planos eram focados em ter uma melhor qualidade de vida.

A rotina dentro de um ambiente de trabalho mais engessado me trouxe disciplina e me ensinou muita coisa, mas já não ia de encontro com o que esperava realizar no futuro. Então me planejei financeiramente para ter mais segurança ao "arriscar".

A princípio imaginei que teria mais dificuldade em voltar a desenhar integralmente, pois fiquei muitos anos sem revisitar meu lado mais artístico, apesar de sempre trabalhar em ambientes criativos. Então tudo foi evoluindo de forma orgânica, porém numa velocidade mais satisfatória do que havia previsto, o que foi ótimo!

How was the beginning? Did you already know exactly what you wanted or things happened in a more organic and evolutionary way?

As I usually say, I knew what I did NOT want anymore. And my plans were focused on having a better quality of life.

The routine within a more structured work environment brought me discipline and taught me many things, but it no longer met what I hoped to achieve in the future. So I planned myself financially to have more security by "taking risks".

At first, I imagined that I would have more difficulty in drawing integrally again, because I spent many years without revisiting my artistic side, despite always working in creative environments. So everything was evolving in an organic way, but at a more satisfactory speed than I had foreseen, which was great!

Um pouco sobre os trabalhos da Débora / A little about Deborah's work.

Como é sua rotina de trabalho? Como é um típico dia de trabalho seu?

Apesar de todos os conselhos voltados para o empreendedorismo indicarem que é preciso montar uma rotina de trabalho, confesso que para mim as coisas funcionam um pouco diferente. Claro que existem aqueles períodos de trabalho mais intensos, que exigem um melhor planejamento dos horários para produzir, mas no geral, tento não me "punir" se a criatividade e produtividade acontecerem só na madrugada. É mais sobre saber dosar horas/ dias de trabalho e descanso do que impor regras.

Sempre me considerei organizada, e isso me ajuda a estabelecer as prioridades do dia.

Em tempos de pandemia, nada é normal, mas tentando recriar um dia comum (sem coronavírus, rs), eu tento ter pelo menos 8 horas de sono, para acordar descansada, tomar meu belo café e iniciar as atividades. Geralmente começo lendo e respondendo os e-mails, depois consulto meu planner com as datas das entregas e questões para serem resolvidas durante o dia. Se a inspiração tomar conta, estendo o trabalho até tarde, caso contrário, tento me desconectar e dar uma trégua para a tendinite hahaha.

What's your work schedule like? How is a typical workday for you?

Although all the advice for entrepreneurship indicates that you have to set up a work routine, I confess that for me things work a little differently. Of course, there are those more intense periods of work, which require better planning of schedules to produce, but in general, I try not to "punish" myself if creativity and productivity happen only at dawn. It's more about knowing how to dose hours/days of work and rest than imposing rules.

I've always considered myself organized, and that helps me to set the priorities for the day.

In times of pandemic, nothing is normal, but trying to recreate an ordinary day (without coronavirus, 😅), I try to get at least 8 hours of sleep, wake up rested, drink my beautiful coffee and start the activities. Usually, I start reading and answering e-mails, then I consult my planner with the delivery dates and questions to be solved during the day. If the inspiration takes over, I extend the work until late, otherwise, I try to disconnect and give a truce for tendinitis hahaha.

Qual a melhor parte e a maior dificuldade relacionada ao seu trabalho?

Apesar do trabalho precisar "se pagar" e de certa forma sempre estarmos presos a essa remuneração (todos temos boletos, né?!), a maior vantagem é poder escolher quais trabalhos a gente não quer fazer e ter flexibilidade de horário.

O ponto negativo é principalmente a falta de constância. Trabalhar com datas de pagamentos espaçados, e muitas vezes não ter a certeza de um próximo orçamento aprovado para o mês que vem, pode gerar muita ansiedade. O equilíbrio é tentar ter um controle e planejamento financeiro estruturado para não passar nenhum susto.

What's the best and the most difficult thing about your work?

Even though the job needs to be "paid" and in a way we are always tied to that remuneration (we all have slips, right?!), the biggest advantage is to be able to choose which jobs we don't want to do and to have flexibility of schedule.

The negative point is mainly the lack of constancy. Working with spaced payment dates, and often not being sure of a next approved budget for next month, can generate a lot of anxiety. The balance is to try to have structured financial planning and control in order not to be surprised.

Seu local de trabalho (pra dar inveja na gente) / Her workspace (to make us jealous).

Qual o papel da criatividade na sua vida e no seu trabalho? O que significa para você viver uma vida criativa?

Não consigo imaginar uma vida sem o protagonismo da criatividade. Independente da atividade e estilo de vida, o lado inventivo, de encontrar meios para fazer acontecer, precisa existir pra que a gente não acabe sufocado.

What role creativity plays in your life and work? What does living a creative life means to you?

I can't imagine a life without the protagonism of creativity. Regardless of the activity and lifestyle, the inventive side, of finding ways to make it happen, needs to exist so that we don't end up suffocated.

Veja mais

Concentro meus últimos trabalhos no Behance. Pra quem quer acompanhar um pouco dos processos e vida pessoal, pode me seguir no Instagram.

📷   Créditos da foto da Débora em sua estação de trabalho para Julia Amaral.

I concentrate my last work on Behance. For those who want to follow a bit of the processes and personal life, you can follow me in Instagram.

📷 Credits from Debora's photo at her workstation for Julia Amaral.

Ser Humana

Um livro sobre a carreira, o tempo, a fé, o trabalho e tudo mais que nos faz valentes e imperfeitas.

COMPRAR